Logo IFCH

Logo UFPA

Bacharelado em História do Campus Belém é destaque no Enade 2017

Na última semana, foram divulgados os resultados do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) 2017, realizado pelo Ministério da Educação e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A avaliação, realizada anualmente, tem como objetivo evidenciar o desenvolvimento dos cursos de graduação para que as instituições, por meio de suas Comissões Próprias de Avaliação (CPA), seus Núcleos Docentes Estruturantes (NDE) e gestores dos cursos de graduação possam identificar falhas e potencialidades de seus projetos pedagógicos e suas condições de oferta, sempre em busca de aprimoramento dessas condições avaliadas.

O Conceito Enade é calculado baseado nas notas obtidas pelos alunos concluintes dos cursos de graduação que participaram do exame. Das 79 habilitações da UFPA que poderiam participar da edição de 2017, duas não foram avaliadas pela falta de alunos participantes.

Ainda que seja percebido apenas como uma avaliação utilizada para ranqueamento, que depende exclusivamente da participação e do envolvimento dos estudantes, o Enade, como componente curricular obrigatório, é mais importante se visto como elemento de discussão no âmbito dos Colegiados de Curso e como parte integrante do Conceito Preliminar de Curso (CPC), assim possibilitando o desenvolvimento de ações, que envolvam a sensibilização e a gestão dos indicadores que compõem o conceito.

Em novembro, o Inep divulgará outros dois indicadores impactados pelos resultados do exame: o Conceito Preliminar de Curso (CPC) e o Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC). Ambos os conceitos são importantes para as ações do MEC voltadas para a regulamentação dos cursos e das instituições.

Melhores avaliações – O  curso de Bacharelado em História do Campus Belém foi o destaque do último Enade com conceito máximo na sua avaliação, nota 5.  Para o ex-diretor da Faculdade de História, professor William Gaia, que era titular no momento da avaliação, a nota representa o resultado de um trabalho coletivo de toda a faculdade que inclui não somente a melhoria na qualificação dos docentes, mas também a conscientização dos estudantes. “Tivemos um trabalho de conversar com os alunos e demonstrar para eles qual a importância da avaliação do Enade, tanto para a questão da satisfação pessoal deles, como para uma comprovação do conhecimento(...). Esse reconhecimento foi muito importante. A UFPA mudou as suas estruturas, o curso de História tem investido muito em laboratórios e atividades, e isso certamente também refletiu”.

Outras 11 habilitações também se destacaram ao receberam nota 4, sendo uma delas do Campus Castanhal (Licenciatura em Educação Física), duas em Bragança (Licenciatura em História e Licenciatura em Ciências Biológicas) e oito de Belém (Arquitetura e Urbanismo, Letras – Português, Bacharelado em Geografia, Licenciatura em Educação Física, Ciência da Computação, Engenharia de Alimentos, Engenharia Biomédica e Engenharia Naval.

Em comparação ao Enade 2014, quando o mesmo grupo de habilitações foi avaliado, houve um crescimento no desempenho dos concluintes, considerando-se a média geral das notas de todos os cursos. Este crescimento deveu-se principalmente ao aumento no desempenho médio nas áreas de Ciências Humanas e de Engenharia.

Enade 2018 – A edição deste ano do Exame vai avaliar o desempenho de estudantes ligados a cursos de 14 áreas de atuação:  Administração, Administração Pública, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Comunicação Social – Jornalismo, Comunicação Social - Publicidade e Propaganda, Design, Direito, Psicologia, Relações Internacionais, Secretariado Executivo, Serviço Social, Teologia, e Turismo.

A realização da prova está agendada para o dia 25 de novembro e os alunos concluintes inscritos no exame devem acessar o Sistema Enade para fazer o cadastro até o dia 21 de novembro. Para mais informações sobre o Enade 2018, acesse aqui.

Mais sobre o Enade - Como parte das avaliações do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) tem sido aplicado desde 2004. O objetivo principal da avaliação é analisar o desempenho dos concluintes dos cursos de graduação em relação aos conteúdos que se propõem a ensinar, além das suas competências para compreender temas exteriores ao âmbito específico de sua profissão, ligados à realidade brasileira e mundial e a outras áreas do conhecimento.

A prova do Enade é composta por 40 questões e se divide em duas partes: Formação Geral (FG) e Componente Específico (CE). A primeira se refere aos aspectos da formação profissional relativas à atuação ética e corresponde a 25% da nota no Enade, já a segunda avalia o conhecimento específico, estruturada com base em uma matriz que envolve competências, habilidades e objeto de conhecimento, e corresponde a 75% da nota total do exame.

Atualmente, composto pela avaliação individual de desempenho do estudante e um Questionário do Estudante, o Exame é um componente curricular obrigatório dos cursos de graduação. Uma vez que o estudante tenha participado da avaliação e respondido o questionário, ficará registrado no seu histórico escolar a situação de regularidade no Enade.

Texto: Maissa Trajano – Assessoria de Comunicação da UFPA